Atenção usuários e editores: dia 5 de outubro, segunda-feira, todos os idiomas da Minecraft Wiki estarão migrando para a UCP (plataforma unificada da comunidade), e, portanto, podem ocorrer instabilidades e alguns problemas. Durante o período de migração, a wiki estará em modo de leitura. Após esse período, caso encontre algum problema, por favor, reporte pelo discord da wiki ou procure algum administrador. Saiba mais na wiki de ajuda.

As part of the Unified Community Platform project, your wiki will be migrated to the new platform in the next few weeks. Read more here.

Edição Java Infdev 20100227

De Minecraft Wiki
Ir para: navegação, pesquisa
Minecraft Infdev
Infdev 2010-02-27.png
Edição

Edição Java

Data de
lançamento

27 de fevereiro de 2010

Download

Cliente (.json)
Nenhum servidor correspondente

A primeira versão do Minecraft Infdev foi lançada em 27 de fevereiro de 2010.[1]

Adições[editar | editar código-fonte]

Itens[editar | editar código-fonte]

Maçãs douradas
  • Detalhes desconhecidos.

Geração do mundo[editar | editar código-fonte]

Pirâmides de tijolo
  • Gera exatamente nas mesmas posições, independentemente da semente do mundo[verificar]
Paredes de obsidiana
  • Gera no 0 nos eixos X e Z
Terras distantes
  • Como o mundo agora gera infinitamente (ou pelo menos até o limite inteiro de 32 bits), a geração do mundo quebra em X/Z ±33.554.432, então todo o terreno atinge a altura máxima possível.
  • Elas parecem muito diferentes do terras distantes da Beta 1.7, pois são uma parede gigante de blocos de pedra que vão do nível do mar até o limite de altura.

Geral[editar | editar código-fonte]

  • Uma skybox de teste de 1536 x 1536, totalmente azul (hex:#0000FF).

Geração[editar | editar código-fonte]

  • Os mundos agora geram infinitamente
  • Em X/Z: 1.024, o skybox em todo o mundo para de renderizar, dando lugar a um céu azul claro em branco. Por volta de X/Z: 16.384 blocos de distância, uma falha de som perceptível começa a tomar forma. Sempre parecerá que o jogador está andando em um bloco, mesmo quando está parado. Por volta de X/Z: 65.536 blocos de distância, a hitbox começa a perder sua forma. Em X/Z: 131.072, as lacunas entre as chunks começam a ficar agitadas e distorcidas. Esses efeitos começam a dobrar a cada expoente de dois que o jogador anda daqui. Em X/Z: 2.097.152, os efeitos se tornam tão graves que o mundo parece não renderizar completamente em certos ângulos. Com X/Z ± 16.777.216, os blocos não são mais sólidos, permitindo que o jogador caia e atinja uma camada de lava. Em X/Z ± 33.554.432, as "Terras distantes" desta versão começa a gerar. Em X/Z ± 2.147.483.647 (limite inteiro de 32 bits), o terreno desaparece completamente e o jogo trava.

Mudanças[editar | editar código-fonte]

  • O jogador gera com 999 vidros e 990 tábuas em novos mundos.
  • O mundo agora gera "infinitamente", como nas versões modernas.
  • Entidades "não funcionam mais".
    • Como resultado, criaturas não geram mais, a visualização em terceira pessoa não renderiza o jogador (embora a câmera ainda esteja puxada), os blocos não largam mais nada e a largar itens os exclui efetivamente.
  • O terreno gera da mesma forma que durante o Classic.
  • Tema de mapa, forma do mapa, e tipo de mapa não tem mais efeito, pois todos os mapas do Infdev são iguais.
  • O salvamento de nível não é mais funcional, pois salvar um nível produz um arquivo .mclevel vazio.
  • Areia e cascalho não são mais gerados no mapa e são inacessíveis por meios normais.
  • A receita de criação para quadros mudou.
    • A receita de criação agora usa gravetos em vez de tábuas.

Remoções[editar | editar código-fonte]

Erros[editar | editar código-fonte]

  • O jogador pode colocar um bloco dentro de si.
  • O skybox corta após um tempo.
  • Baús travam o jogo quando abertos.

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

Galeria[editar | editar código-fonte]


Referências[editar | editar código-fonte]

  1. "Aqui, tente alguns mapas infinitos"The Word of Notch, 27 de fevereiro de 2010
  2. Atualização de progresso em mapas infinitos – The Word of Notch, 27 de fevereiro de 2010